Rã-de-corredeira (Hylodes asper), filmagem realizada no dia 23/11/2015 em Paranapiacaba – Santo André – SP.

Algumas dessas imagens serão usadas no novo documentário da Tico Tico Films – “Anfíbios da Mata Atlântica” com previsão de lançamento para Março de 2018.

Técnica Utilizada

  • As imagens foram capturadas em Vídeo Raw 14 bits, com um câmera Canon 5 Mark ii com o Firmware Magic Lantern instalado nos cartões de memória;
  • Utilizei uma Lente Canon Ef 100mm F/2.8 Macro Usm;
  • Microfone Rode Stereo Video Mic Pro;
  • Tripé Macro da Velbon;
  • Colorização foi feita no Software Davinci Resolve 12.5;
  • Finalização no Software Adobe Premiere Pro CC;

Adoro trabalhar com esses animais no primeiro documentário da produtora contamos um pouco da sua história natural “Doc Parque Estadual da Serra do Mar” e vamos aprofundar nesse novo documentário “Anfíbios da Mata Atlântica” não são os sapos mais bonitos da Mata Atlântica mas mesmo assim são meus preferidos. Devido ao seu ambiente desenvolveram uma linguagem de sinais para se comunicar e além de tudo são muito mansos, permitem a aproximação do cinegrafista o que sempre nos garante belas imagens hehehe.

Um pequeno texto sobre a História Natural desses animais enviado pelo especialista Fábio de Sá

As rãs do gênero Hylodes são exclusivas da Mata Atlântica e são conhecidas 25 espécies até o momento. São popularmente chamadas de Rãzinhas-de-correnteza, pois vivem sempre associadas com riachos de correnteza na Mata Atlântica.
Por habitarem ambientes ruidosos, os machos produzem cantos agudos que sobrepujam o ruído do ambiente onde estão e apresentam sinalizações visuais, tais como elevação e aceno com uma perna. Os cantos e os sinais visuais são os principais modos de comunicação das espécies de Hylodes. Por meio destas comunicações, os machos mantêm seus territórios sem invasores e atraem fêmeas durante o período reprodutivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu